Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Assessor de Lula pede afastamento do cargo

O assessor especial do presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva pediu esta segunda-feira o afastamento do cargo, acusado de envolvimento em mais um escândalo de corrupção em que teria ordenado a compra de documentos para serem utilizados contra os adversários de Lula da Silva, na recta final da campanha eleitoral das presidenciais de 01 de Outubro.
18 de Setembro de 2006 às 22:06
"Não fiz esse tipo de negociata. O Presidente ligou-me e disse que houve quebra de confiança, por isso, decidi afastar-me do Governo até à conclusão das investigações", disse Godoy, em entrevista à Rede Globo de Televisão.
Ver comentários