Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Assessor do Governo alemão duvida que pacto fiscal tranquilize o mercado

O professor Wolfgang Franz, assessor do Governo alemão em matérias económicas e financeiras, duvida que o pacto fiscal da União Europeia e o Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEDE) sejam suficientes para tranquilizar os mercados financeiros.
28 de Junho de 2012 às 09:07
Professor Wolfgang Franz duvida que o pacto fiscal da UE e o Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEDE) tranquilizem o mercado
Professor Wolfgang Franz duvida que o pacto fiscal da UE e o Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEDE) tranquilizem o mercado FOTO: d.r.

"Não é nada certo que estes instrumentos e as medidas de reestruturação sejam suficientes para convencer os mercados", afirmou Franz em declarações publicadas esta quinta-feira pelo diário "Rheinischen Post".

O responsável alerta que a compra de mais dívida pública por parte do Banco Central Europeu (BCE) ou a emissão de 'eurobonds' não são também medidas prometedoras para enfrentar a crise na zona euro.

Para Wolfgang Franz, a única forma de enfrentar a crise com algumas garantias de êxito passa pela proposta apresentada pelos Cinco Sábios (quinteto de conselheiros económicos do governo alemão) no outono passado de criação de um fundo para a amortização da dívida.

"Um pacto para a amortização da dívida oferece uma possibilidade directa para se sair do impasse e evitar a quebra da União Monetária", afirmou o chefe do grupo de conselheiros económicos do Governo alemão, formado por cinco professores universitários.

Alemanhacrisefiscaleurobonds
Ver comentários