Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Duas explosões e tiroteios atingem a capital do Afeganistão

O atacante morreu e duas pessoas ficaram feridas em explosão no edifício dos Serviços Secretos de Cabul.
1 de Março de 2017 às 09:45
Ataque em Cabul
Ataque suicida contra a sede dos serviços secretos em Cabul
Ataque suicida contra a sede dos serviços secretos em Cabul
Ataque suicida contra a sede dos serviços secretos em Cabul
Ataque em Cabul
Ataque suicida contra a sede dos serviços secretos em Cabul
Ataque suicida contra a sede dos serviços secretos em Cabul
Ataque suicida contra a sede dos serviços secretos em Cabul
Ataque em Cabul
Ataque suicida contra a sede dos serviços secretos em Cabul
Ataque suicida contra a sede dos serviços secretos em Cabul
Ataque suicida contra a sede dos serviços secretos em Cabul
Duas explosões e tiroteios ocorreram esta quarta-feira na cidade afegã de Cabul, provocando vários feridos, de acordo com fontes oficiais do Governo do Afeganistão.

Um terrorista suicida tentou atingir hoje o edifício dos serviços secretos em Cabul fazendo espoletar uma bomba, cuja explosão se sentiu em toda a cidade, disse o gabinete do ministro do Interior do Afeganistão.

"O bombista tentou entrar na sede do NDS (National Directorate of Security) no sul da cidade. O atacante morreu e duas pessoas ficaram feridas", disse à France Press o porta-voz do ministro do Interior, Najibullah Danish.

Uma outra explosão de grande intensidade foi registada nas proximidades de uma esquadra policial no oeste de Cabul, causando vários feridos e, de acordo com fontes oficiais, há ainda tiroteios na zona do incidente.

O porta-voz da polícia de Cabul, Abdul Basir Mujahid, confirmou à agência de notícias EFE que "uma explosão aconteceu nas proximidades do complexo da polícia do distrito seis, mas ainda se desconhece a natureza da explosão".

O porta-voz do Ministério da Saúde, Ismail Kawusi, disse que os hospitais da área receberam seis feridos e que as ambulâncias estão a dirigir-se para a zona da explosão.

A agência de notícias Associated Press referiu que neste ataque à esquadra de polícia, o terrorista fez explodir um carro armadilhado.

Zabihullah Mujahid, um porta-voz do grupo extremista talibã, já reivindicou a responsabilidade por ambos os ataques, de acordo com a AP.
Ver comentários