Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

ATAQUE SUICIDA MATA DEZENAS EM GROZNY

Duas violentas explosões destruíram ontem o edifício do governo tchetcheno pró-russo em Grozni causando a morte a pelo menos 40 pessoas e ferindo 60 outras.
28 de Dezembro de 2002 às 00:00
Fontes oficiais afirmam que dois veículos pejados com uma tonelada de explosivos foram lançados contra o edifício de quatro andares por dois condutores suicidas.
O ministro do Interior da Tchetchénia, Ruslan Tsakayev, afirmou que os “kamikazes”, presumivelmente do movimento separatista tchetcheno, guiavam um camião e um veículo todo-o-terreno com os quais derrubaram as barreiras de segurança junto da sede de governo.

As explosões produziram-se nesse momento, separadas por apenas cerca de meio minuto, destruindo o edifício e deixando no local uma cratera com cinco a sete metros de profundidade . O número de vítimas mortais, ontem situado inicialmente nas duas dezenas foi depois corrigido, podendo ainda aumentar, uma vez que por entre as ruínas podem ser ainda encontrados mais cadáveres.

O atentado não foi reivindicado, mas, dois meses depois de um grupo de rebeldes tchetchenos ter sequestrado cerca de 700 pessoas num teatro de Moscovo, assalto que acabou com um banho de sangue, tudo indica que o raide de ontem seja uma demonstração de força destinada a provar que a revolta contra o poder russo está longe do fim.

Depois das explosões o caos e pânico instalaram-se na área circundante. Enquanto os funcionários do governo procuravam refúgio, o fumo elevava-se sobre as paredes do edifício, um dos poucos que foi reconstruído depois de as tropas russas reconquistarem a capital tchetchena aos rebeldes, no ano 2000.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)