Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Ataques a igrejas matam dezenas

Pelo segundo ano consecutivo, o Dia de Natal ficou manchado de sangue na Nigéria. Tal como já tinham feito no ano passado, militantes islâmicos fizeram explodir bombas junto a várias igrejas cristãs cheias de fiéis, matando e ferindo dezenas de pessoas.
26 de Dezembro de 2011 às 01:00
Ataque contra igreja nos arredores de Abuja, a capital nigeriana, fez pelo menos 28 mortos e dezenas de feridos
Ataque contra igreja nos arredores de Abuja, a capital nigeriana, fez pelo menos 28 mortos e dezenas de feridos FOTO: Epa

As autoridades nigerianas contabilizaram pelo menos quatro ataques à bomba em vários pontos do país, três dos quais contra igrejas. O mais grave ocorreu em Madala, nos arredores de Abuja, a capital, e teve como alvo a Igreja de Santa Teresa, que estava cheia de fiéis. A bomba explodiu no final da missa, quando os fiéis saíam da igreja, e matou 28 pessoas. Testemunhas descreveram um cenário de pesadelo, com corpos e destroços espalhados por todo o lado.

Pouco depois, um engenho explosivo deflagrou junto a uma igreja na cidade de Jos, no centro do país, matando pelo menos uma pessoa. Aqui, a tragédia só não foi maior porque as autoridades conseguiram desactivar outras quatro bombas.

Registaram-se ainda ataques à bomba contra uma igreja na cidade de Gadaka, no Norte do país, que provocou um número indeterminado de vítimas, e um atentado contra uma esquadra da polícia em Damaturu (nor-deste), que fez três mortos. Todos os ataques foram reivindicados pela seita islâmica Boko Haram.

NIGÉRIA ABUJA ATAQUES ISLAMITAS SEITA CRISTÃOS IGREJA NATAL
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)