Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Atentado contra Médicos Sem Fronteiras

Uma bomba colocado junto a uma estrada no sudoeste da Somália matou esta segunda-feira um clínico queniano, um funcionário francês e um motorista somali que pertenciam à organização Médicos Sem Fronteira.
28 de Janeiro de 2008 às 20:57
Em comunicado, a secção holandesa da organização confirmou “com grande tristeza” a morte de três colaboradores em Kismayo, cidade portuária 500 quilómetros a sudoeste de Mogadíscio, a capital do país.
Um quarto elemento ficou ferido. Os Médicos Sem Fronteiras estão presentes em 11 regiões somalis, onde se dedicam sobretudo a intervenções cirúrgicas de urgência.
Ver comentários