Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Atentado em Itália pode ter sido “acto isolado”

O procurador Marco Di Napoli, encarregado da investigação sobre o atentado em Brindisi, na Itália, revelou neste domingo que a hipótese "mais provável" é que o ataque tenha sido um "acto individual e isolado".
20 de Maio de 2012 às 13:13
Atentado ainda não foi reivindicado
Atentado ainda não foi reivindicado FOTO: EPA

"Não é impossível que este acto tenha sido realizado apenas por uma pessoa", disse o procurador, em conferência de imprensa, sublinhando que "as motivações desta tragédia podem ser de vários tipos".

No entanto, "ainda estamos muito longe da verdade", disse Di Napoli, acrescentando que o atentado ainda não foi reivindicado.

itália brindisi atentado di napoli bomba escola secundária terrorismo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)