Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Atentado falhado contra embaixada dos EUA

Quatro bombistas gritando ‘slogans’ islâmicos tentaram ontem fazer explodir um carro armadilhado junto à embaixada dos EUA em Damasco, mas a bomba falhou e três dos atacantes foram mortos pela Polícia síria no tiroteio que se seguiu.
13 de Setembro de 2006 às 00:00
“Vi dois homens armados de granadas e espingardas automáticas. Correram para o edifício gritando ‘slogans’ religiosos enquanto disparavam”, afirmou Ayman Abdel-Nour, comentador político sírio que estava na área no momento do ataque.
Outras testemunhas falaram de um polícia morto e de pelo menos dois veículos destruídos durante os confrontos entre terroristas e Polícia. A agência noticiosa Sana confirmou a morte de um polícia e incluiu dois outros nos 13 feridos do ataque. Nenhum deles é norte-americano. Foi ainda confirmada a captura do quarto elemento do grupo de terroristas.
“Apreciamos a reacção das forças de segurança sírias ao contribuírem para segurar a embaixada”, afirmou Condoleezza Rice, secretária de Estado dos EUA. Tony Snow, porta-voz da Casa Branca, referiu, por seu lado: “Esperamos que se tornem aliados e escolham combater os terroristas.”
O ataque não foi reivindicado, mas as autoridades suspeitam do grupo Jund al-Sham (Soldados do Levante), inspirado pela al-Qaeda.
O atentado falhado, um dia depois do aniversário do 11/9, acontece uma semana depois de um ataque suicida contra a embaixada dos EUA em Cabul, no qual morreram 18 pessoas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)