Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Atentado mata recrutas em Falluja

A explosão de um engenho explosivo transportado por um suicida no meio de uma fila de candidatos a recrutas para as forças de segurança causou pelo menos 18 mortos e cerca de 20 feridos, esta quarta-feira, na cidade de Falluja, na região ocidental do Iraque.
3 de Maio de 2006 às 09:46
Atentado mata recrutas em Falluja
Atentado mata recrutas em Falluja FOTO: Reuters
Falluja, cidade situada 50 quilómetros a oeste da capital iraquiana, Bagdad, na província de Anbar, é habitada maioritariamente por sunitas, sendo um dos principais bastiões dos rebeldes iraquianos, que ontem tentaram assassinar o governador provincial.
Maamoun Sami Rasheed, governador da província de Anbar, escapou ileso a um atentado bombista perpetrado com um carro-bomba na capital provincial, Ramadi, 110 quilómetros a oeste de Bagdad, que provocou pelo menos uma dezena de mortos.
CADÁVERES DESCOBERTOS EM BAGDAD
Esta quarta-feira, foram descobertos em Bagdad os cadáveres de 34 homens com ferimentos de bala e sinais de terem sido torturados. As vítimas, com idades entre os 20 e os 30 anos, estavam com as mãos atadas atrás das costas e vendadas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)