Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Atentados suicidas matam no Bangladesh

Pelo menos nove pessoas morreram e outras 65 ficaram feridas, esta terça-feira, vítimas de dois atentados suicidas ocorridos em duas cidades do Bangladesh, anunciaram as autoridades locais, que apontam o dedo aos radicais islamitas.
29 de Novembro de 2005 às 10:32
Duas das vítimas do atentado perpetrado em Gazipur
Duas das vítimas do atentado perpetrado em Gazipur
Os atentados visaram uma esquadra de polícia na cidade portuária de Chittagong, onde perderam a vida três pessoas, dois agentes e o bombista suicida, e ficaram feridas outras 15, e um tribunal de Gazipur, 30 quilómetros a norte da capital, Daca, onde perderam a vida mais seis pessoas, entre as quais dois advogados, e cerca de 50 ficaram feridas.
As autoridades do Bangladesh desconfiam que estes atentados podem ter sido perpetrados por militantes de um grupo radical que opera na região, o Jamaat-al-Mujahideen, cujo líder supremo se encontra em fuga, acusado de estar por detrás das explosões de mais de 500 bombas de fraca potência em Agosto passado e de vários ataques contra tribunais e agentes judiciais. Este exige a introdução da aplicação da justiça fundamentalista da ‘Sharia’, baseada na lei islâmica.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)