Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Ativista alemã em risco de enfrentar 20 anos de prisão por salvar migrantes no Mar Mediterrâneo

Pia Klemp ajudou a resgatar mais de mil refugiados e é acusada de imigração ilegal.
12 de Junho de 2019 às 16:20
Pia Klemp ajudou a resgatar mais de mil refugiados
Pia Klemp ajudou a resgatar mais de mil refugiados
Pia Klemp ajudou a resgatar mais de mil refugiados
Pia Klemp ajudou a resgatar mais de mil refugiados
Pia Klemp ajudou a resgatar mais de mil refugiados
Pia Klemp ajudou a resgatar mais de mil refugiados
Uma capitã de um navio, bióloga e ativista alemã, corre o risco de enfrentar uma pena de prisão de 20 anos por, alegadamente, ter ajudado a resgatar imigrantes ilegais no Mar Mediterrâneo.

O barco de Pia Klemp foi apreendido em 2017 pelas autoridades italianas. A mulher é suspeita de imigração ilegal.

Este caso está a indignar a comunidade defensora dos direitos humanos que desenvolveu uma petição, que conta já com 60 mil assinaturas, exigindo que a justiça italiana suspenda a investigação.

Segundo o jornal britânico Daily Mail, Pia Klemp foi responsavel por centenas de missões de resgate e salvou mais de mil pessoas que navegavam em barcos ilegais, na tentativa de chegar de África até à Europa à procura de melhores condições de vida.

Em entrevista ao jornal suiço Basler Zeitung esta sexta-feira, Pia Klemp afirma querer continuar a lutar pelos diretos humanos e combater os crimes de que é indiciada no Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, em Estrasburgo, França.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)