Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Austrália: Dez mil refugiados em 20 centros de emergência

Os ventos fortes do ciclone 'Yasi', de categoria cinco, o valor máximo na escala Saffir-Simpson, já começaram a ser sentidos na cidade de Cairns, onde começou a chover com intensidade e várias árvores foram derrubadas, indicaram canais de televisão locais.
2 de Fevereiro de 2011 às 14:51
Australianos à porta de um centro de emergência em Cairns
Australianos à porta de um centro de emergência em Cairns FOTO: Tim Wimborne/Reuters

As autoridades locais já declararam estado de alerta máximo para a costa do estado de Queensland, onde pelo menos dez mil pessoas estão refugiadas nos cerca de 20 centros de emergência montados em Cairns e em outras cidades.

Com o ciclone mais próximo da costa, a primeira-ministra do Estado de Queensland, Anna Bligh, referiu, numa mensagem transmitida pela televisão, que as operações de evacuação foram canceladas, por ser demasiado tarde para deslocar as pessoas para outros locais.  

Na mesma mensagem, a responsável pediu aos habitantes das localidades costeiras para procurarem um refúgio seguro.  

O Instituto de Meteorologia australiano indicou, no último relatório divulgado, que o ciclone irá atingir a costa oriental de Queensland até às 20h00 em Lisboa, dirigindo-se depois para norte, perto da cidade de Innifail.  

CICLONE MAIS "PERIGOSO" ALGUMA VEZ SENTIDO NO PAÍS 

Segundo os meteorologistas australianos, o ciclone 'Yasi', que poderá atingir rajadas de vento até 297 quilómetros por hora, poderá ser o maior ciclone e o mais "perigoso" que alguma vez atingiu o país.

"Francamente, não acredito que a Austrália terá alguma vez visto um ciclone com esta intensidade numa região povoada. Encaramos este ciclone como uma tempestade de proporções catastróficas", disse ainda Anna Bligh, em declarações à comunicação social.  

"As próximas 24 horas vão ser terríveis para as pessoas que vivem na zona de perigo", alertou a responsável.

Os serviços de meteorologia receiam que o 'Yasi' seja pior nas consequências do que o ciclone 'Larry', de categoria 4, que em 2006 destruiu casas e comércios  na costa nordeste, causando prejuízos avaliados em mil milhões de dólares.

O estado de Queensland ainda está a recuperar das graves inundações que provocaram 35 mortos e danos materiais avaliados em mais de 4059 milhões de euros desde o início de Novembro do ano passado.

australia yasi ciclone cheias cairns
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)