Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Autópsia concluiu que ministro adjunto cabo-verdiano morreu de enfarte

Júlio Herbert foi encontrado morto esta segunda-feira no seu gabinete.
Lusa 22 de Outubro de 2019 às 19:39
Júlio Herbert
Júlio Herbert FOTO: Twitter

O Governo cabo-verdiano divulgou que a autópsia realizada hoje ao ministro adjunto, Júlio Herbert, encontrado morto no seu gabinete na segunda-feira, resultou de um "enfarte agudo do miocárdio".

Em comunicado, o Governo de Cabo Verde acrescenta ainda que as cerimónias fúnebres decorrerão na quinta-feira, 24 de outubro, a partir das 09h00 (mais duas horas em Lisboa), no Palácio do Governo, na cidade da Praia, seguidas da missa de corpo presente na Paróquia Nossa Senhora da Graça terminando depois no cemitério da Várzea.

O ministro adjunto do primeiro-ministro de Cabo Verde para a Integração Regional, Júlio Herbert, 64 anos, foi encontrado morto ao final da tarde de segunda-feira, no seu gabinete, no Palácio do Governo, na Praia, confirmou na altura à Lusa fonte governamental.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)