Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Autor do homicídio em direto no Facebook em fuga

Homem é suspeito de ter feito pelo menos 14 vítimas.
17 de Abril de 2017 às 01:15
Frames do vídeo
O suspeito de matar um idoso em direto no Facebook
O suspeito
O suspeito
Ohio, Steve Stephens, Cleveland, Facebook Live, Robert Goodwin, Páscoa, Calvin Williams
O suspeito
Frames do vídeo
Frame do vídeo
Informações sobre o suspeito
Publicações no Facebook do suspeito
O suspeito e a mulher referida nas publicações
O suspeito e a mulher referida nas publicações
Frames do vídeo
O suspeito de matar um idoso em direto no Facebook
O suspeito
O suspeito
Ohio, Steve Stephens, Cleveland, Facebook Live, Robert Goodwin, Páscoa, Calvin Williams
O suspeito
Frames do vídeo
Frame do vídeo
Informações sobre o suspeito
Publicações no Facebook do suspeito
O suspeito e a mulher referida nas publicações
O suspeito e a mulher referida nas publicações
Frames do vídeo
O suspeito de matar um idoso em direto no Facebook
O suspeito
O suspeito
Ohio, Steve Stephens, Cleveland, Facebook Live, Robert Goodwin, Páscoa, Calvin Williams
O suspeito
Frames do vídeo
Frame do vídeo
Informações sobre o suspeito
Publicações no Facebook do suspeito
O suspeito e a mulher referida nas publicações
O suspeito e a mulher referida nas publicações
A Polícia de Cleveland, no estado norte-americano do Ohio, lançou este domingo uma caça ao homem que é suspeito de ter transmitido em direto no Facebook um homicídio.

Segundo as autoridades, o suspeito, identificado como Steve Stephens, de 37 anos, está armado e é perigoso.


Um comunicado da Polícia de Cleveland adianta que "o suspeito transmitiu o homicídio no Facebook Live e alegou ter cometido vários outros homicídios, que estão por confirmar".

Durante o vídeo publicado na página de Facebook, entretanto desativada, é possível ver Stephens a conduzir um carro e a parar quando vê um idoso desconhecido.

"Encontrei alguém que posso matar. Vou matar este homem que está aqui", terá dito, no vídeo. As autoridades já identificaram esta vítima como Robert Goodwin.

A página do Facebook de Stephens tinha vários desabafos, sendo que num deles Stephens afirmava que tinha perdido tudo no jogo. O homem disse que cometeu os crimes "por causa" de uma mulher identificada como Joy Lane.

Stephens terá dito que estava chateado com essa mulher quando matou Goodwin.No vídeo, Stephens sai do seu carro e parece 'escolher' aleatoriamente Godwin, que segurava um saco de compras. Stephens diz o nome de uma mulher, que Godwin não parece reconhecer.

"Ela é o motivo pelo qual isto te vai acontecer", disse Stephens para Godwin antes de lhe apontar uma arma. 


Os 'posts' indicavam nomes específicos de pessoas com que o suspeito queria falar e num destes o homem afirmava que já tinha matado 13 pessoas naquilo a que chama de "matança da Páscoa". Mais tarde, o número de mortes subiu para 15.

Numa conferência de imprensa, a polícia já pediu que Stephens se entregasse.

"A polícia está à procura de Steve", disse o chefe da polícia de Cleveland, Calvin Williams, acrescentando que não houve avistamentos confirmados do suspeito desde que a transmissão aconteceu.

Facebook defende que "crime horrendo" não aconteceu em direto

O Facebook divulgou um comunicado condenando o homicídio, em Cleveland, estado norte-americano do Ohio, transmitido no domingo em direto na rede social, classificando-o com um "crime horrendo".

A empresa sublinhou o seu compromisso em "manter um ambiente seguro no Facebook". Ressalvou, no entanto, que, ao contrário do que é dito pela polícia, o vídeo do crime foi divulgado na rede social, mas o ato não foi realizado em direto. 

Em comunicado enviado no domingo à noite, a rede social disse que o suspeito, Steve Stephens, de 37 anos, esteve em direito na rede social nesse dia, mas não durante o homicídio.

A polícia tinha dito que Stephens tinha transmitido o crime no 'Facebook Live', que permite fazer vídeos em direto.
Ohio Steve Stephens Cleveland Facebook Live Robert Goodwin Páscoa Calvin Williams
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)