Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4
Siga o CM no WhatsApp e acompanhe as principais notícias da atualidade Seguir

Autoridades já tinham avisado hospital sobre "comportamento psicótico" do suspeito do tiroteio em Roterdão

Já tinha sido condenado por abuso de animais.
Correio da Manhã 29 de Setembro de 2023 às 20:28
Centro Médico Erasmus
Centro Médico Erasmus FOTO: Piroschka van de Wouw/Reuters
As autoridades neerlandesas avisaram o Centro Médico Erasmus do "comportamento psicótico" do suspeito do duplo tiroteio em Roterdão antes de este ter ocorrido, avançou a agência Reuters.

O homem, um estudante universitário de 32 anos, matou três pessoas esta quinta-feira durante o percurso entre uma casa e a referida unidade hospitalar.

Antes da tragédia, as autoridades neerlandesas enviaram uma carta ao centro médico a descrever o "comportamento psicótico" e os problemas com álcool deste indivíduo. "Presumo que estas informações contribuirão para a decisão sobre se a pessoa em questão deve ser elegível para um diploma de médico generalista", mencionava a carta.

A emissora regional Rijnmond relatou que a escola decidiu não conceder o diploma ao estudante, mas o porta-voz dos promotores neerlandeses recusou-se a confirmar essa informação.

Esta quinta-feira, Hugo Hillenaar, procurador-chefe de Roterdão, afirmou que o detido "era conhecido das autoridades e em 2021 foi processado e condenado por abuso de animais".

O suspeito deverá comparecer perante um juiz a 3 de outubro.
Tiroteios Roterdão Profissionais de saúde Polícia Países Baixos
Ver comentários
C-Studio