Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

China proíbe familiares das vítimas da Covid-19 de falar com a OMS

Equipa da Organização Mundial da Saúde está em Wuhan para investigar a origem da pandemia.
Lusa 27 de Janeiro de 2021 às 15:38
Hospitais chineses cheios de doentes durante primeira vaga do coronavírus, em 2020
Hospitais chineses cheios de doentes durante primeira vaga do coronavírus, em 2020 FOTO: Reuters
As autoridades chinesas estão a pressionar as famílias das primeiras vítimas da covid-19 para que não entrem em contacto com os investigadores da Organização Mundial da Saúde em Wuhan, segundo familiares dos falecidos.

Mais de um ano após o novo coronavírus surgir, no centro da China, uma equipa da OMS deslocou-se a Wuhan para investigar a origem da pandemia.

Após duas semanas em quarentena, os doze especialistas estão a preparar-se para começar a investigação, na quinta-feira, enquanto Pequim promove a narrativa de que a pandemia não começou na China.

Covid-19 Wuhan China Organização Mundial da Saúde OMS questões sociais pandemia coronavírus
Ver comentários