Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Autoridades do Paquistão identificam mais de 5 mil pessoas

Cerca de 200 ficaram detidas.
29 de Março de 2016 às 13:49
Pelo menos 72 pessoas morreram e mais de 350 ficaram feridas no atentado
Pelo menos 72 pessoas morreram e mais de 350 ficaram feridas no atentado FOTO: RAHAT DAR/EPA
As autoridades paquistanesas identificaram mais de 5.221 pessoas e mantêm detidas mais de 200 pessoas na sequência do atentado de domingo que causou pelo menos 72 mortos num parque de Lahore (leste), disse esta terça-feira fonte oficial.

Em conferência de imprensa, o ministro da Justiça da província do Punjab, Rana Sanaullah, afirmou que a grande maioria das pessoas identificadas foi libertada depois de ser interrogada e acrescentou que as forças de segurança lançaram uma operação antiterrorista na região.

Sanaullah frisou que dos 5.221 identificados, 5.002 foram libertados, depois de um interrogatório inicial, tendo ficado detidos 229.

A polícia, as forças especiais e o Departamento Antiterrorista participam na operação conjunta, disse.

Na tarde de domingo, um bombista suicida do grupo talibã Jamaat ul Ahrar (JuA) fez-se explodir num parque de Lahore, quando um grande número de famílias se encontrava no local.

Pelo menos 72 pessoas morreram e mais de 350 ficaram feridas no pior atentado terrorista no país desde o ataque contra uma escola de Peshawar (norte), em que morreram 125 alunos, em 2014.

Na segunda-feira, num discurso transmitido pela televisão, o primeiro-ministro paquistanês, Nawaz Sharif, prometeu lutar contra o terrorismo até ser erradicado.
Rana Departamento Antiterrorista política terrorismo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)