Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

AVENTURA AMOROSA COM FINAL FELIZ

A adolescente britânica de 12 anos Shevaun Pennington, em fuga desde sábado com o ex-“marine” norte-americano Toby Studabaker, regressou ontem a casa sã e salva. Quanto a Toby, de 31 anos, está sob custódia na Alemanha depois de ser detido em Frankfurt por suspeita de rapto.
17 de Julho de 2003 às 00:13
Shevaun foi descoberta quando regressava ao Reino Unido, sozinha, vinda da Alemanha onde se refugiara com o ex-”marine” depois de uma passagem por Paris. Toby, viúvo desde o ano passado, manteve durante cerca de um ano um namoro via Internet com a jovem, com quem falou de casamento e de filhos.
Quando foi detido, no centro de Frankfurt, Toby não ofereceu resistência e ele mesmo indicou o paradeiro da “namorada”.
Apesar de as investigações estarem ainda em curso, a Polícia de Manchester afirma não haver indícios de que Shevaun tenha sido molestada. Existe, ainda assim, alguma preocupação, pois o FBI informou a Polícia alemã pouco antes da captura de Toby de que tinham sido descobertas imagens de pornografia infantil no computador do antigo “marine”.
Este, recorde-se, contactara o FBI garantindo que Shevaun estava bem e que ele só partira com ela por pensar que tinha 19 anos.
Durante os quatro dias que durou o “idílio”, Shevaun telefonou para casa confirmando que não estava a ser maltratada nem mantida longe de casa contra sua vontade.
A sua mãe, Joanna Pennington, embora desesperada com a ausência da filha, selou com um abraço comovido o fim do pesadelo, depois de horas antes ter mostrado grande compreensão face à fuga.
“Percebo que ela tem sentimentos fortes por ele e ele parece também gostar dela. Estou até algo aliviada por ele ainda estar com ela, pois está obviamente a cuidar dela", afirmou então Joanna, concluindo: "Desde que volte para casa, pode até voltar com ele".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)