Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

AVIÃO CAI NA AMAZÓNIA

Um avião brasileiro Brasilia Embraer 120, da companhia de táxis aéreos Rico, despenhou-se na selva da Amazónia, a cerca de 13 quilómetros de aeroporto de Manaus, com 30 passageiros e 3 tripulantes a bordo. Ninguém sobreviveu ao acidente.
15 de Maio de 2004 às 15:46
O avião despenhou-se às 18h37 de sexta-feira (23h37 em Lisboa) quando desenvolvia já a manobra de aproximação ao Aeroporto Eduardo Gomes, em Manaus, destino de um voo que tinha tido origem em São Paulo de Olivença, no extremo ocidental do Estado Amazonas, com escalas técnicas em Tabatinga e Tefe. O último contacto com o aparelho aconteceu às 18h30 (hora local), tendo o piloto informado que tinha iniciado a aproximação ao aeroporto de Manaus, a cinco minutos de voo.
Equipas de socorro aéreo localizaram destroços do aparelho numa zona de selva densa, junto ao Rio Negro, após seis horas de buscas, mas a operação foi suspensa, esta madrugada, porque o nevoeiro que entretanto se ‘levantou’, juntamente com a escuridão da noite, tornaram impossível aos socorristas descer dos helicópteros de ‘rappel’.
Esta manhã, os primeiros socorristas a chegar ao local onde caiu o avião confirmaram as piores expectativas. Ninguém sobreviveu à tragédia do Voo 4815. Os socorristas adiantaram também a hipótese de ter havido uma explosão com o aparelho ainda no ar, já que apenas foram encontrados no solo pedaços pequenos do avião.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)