Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Baguete francesa já é património imaterial da Unesco

Organização das Nações Unidas distingue famoso pão.
Correio da Manhã e A.M.P. 30 de Novembro de 2022 às 18:51
Baguete francesa
Baguete francesa
Baguete francesa
Baguete francesa
Baguete francesa
Baguete francesa
Baguete francesa
Baguete francesa
Baguete francesa

A longa e crocante ‘baguette’, fotogénica, cinematográfica e, sobretudo, saborosa é a partir desta quarta-feira Património Cultural Imaterial da UNESCO. A distinção visa imortalizar "tradições ou expressões vivas ou herdadas dos nossos antepassados e transmitidas aos nossos descendentes".

A agência das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura atribuiu o "estatuto de património cultural imaterial" à tradição de fazer a baguete e ao estilo de vida que a rodeia este símbolo da gastronomia francesa. Em França, mais de seis mil milhões de baguetes são produzidas todos os anos, de acordo com a Federação Nacional de Padarias Francesas

São vários os géneros de baguete disponíveis nas ‘boulangeries’ francesas, embora as mais populares são as produzidas com quatro simples ingredientes: farinha, água, sal e fermento. Apesar da popularidade, o consumo de pão já teve melhores dias. De acordo com o ‘Observatoire du Pain’, organização que analisa as tendências da panificação francesa, a taxa média de consumo diário de pão caiu de 143 gramas por dia em 2003 para 103 gramas em 2016.

Unesco artes cultura e entretenimento baguete França
Ver comentários
C-Studio