Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

BARGHOUTI NÃO VAI CONCORRER ÀS ELEIÇÕES

O carismático líder palestiniano Marwan Bargouti, que se encontra detido em Israel, não vai apresentar a sua candidatura às eleições presidenciais palestinianas do próximo dia 9 de, confirmou o deputado Kadura Fares.
26 de Novembro de 2004 às 19:37
“Por lealdade ao mártir Yasser Arafat e com o objectivo de não dividir o movimento da Fatah, decidi apoiar o candidato Mahmoud Abbas, também conhecido por Abu Mazen”, escreveu Bargouthi numa declaração lida por Fares aos órgãos de comunicação.
O líder palestiniano foi condenado a cinco prisões perpétuas por um Tribunal de Telavive depois de ter sido considerado culpado da morte de cinco israelitas.
ISRAEL NÃO LIBERTA BARGHOUTI
O governo israelita voltou a recusar a libertação do deputado palestiniano Marwan Barghouti, a cumprir cinco penas de prisão perpétua numa cadeia israelita, e que quinta-feira manifestou a intenção de se candidatar às presidenciais da Autoridade Palestiniana.
O vice-ministro e responsável da Indústria e Comércio, Ehud Olmert, afirmou hoje à rádio pública israelita que "Barguti cumprirá a sua pena, e não será posto em liberdade".
A candidatura de Berguti, condenado pela sua ligação às Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa, grupo considerado "braço armado" da Fatah, responsabilizado por vários atentados suicidas em Israel, é promovida pelo sector renovador da Fatah.
Ver comentários