Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Bebé da capa de 'Nevermind' dos Nirvana insiste em processo contra banda por "exploração sexual"

Vítima pretende alcançar uma indemnização de cerca de 130 mil euros.
Correio da Manhã 15 de Janeiro de 2022 às 09:02
Spencer Elden
Spencer Elden FOTO: Instagram
O homem que foi capa do álbum "Nevermind" dos Nirvana enquanto era bebé insiste numa queixa contra a banda por pornografia infantil. A vítima, Spencer Elden, apareceu na capa como um bebé nu dentro de uma piscina e a nadar atrás de uma nota.

O processo contra a famosa banda de rock começou em agosto de 2021 com a queixa de Spencer Elden que alega que a sua imagem foi utilizada de uma forma que "viola as leis de pornografia infantil" para ganhos contínuos dos Nirvana. A primeira acusação foi rejeitada pelo juiz, mas o visado não desistiu e acabou por fazer alterações aos argumentos utilizados.

A vítima pretende alcançar uma indemnização de 150 mil dólares (cerca de 130 mil euros) por danos à própria imagem que continua a circular e pretende ainda que as cópias do álbum vendidas no futuro tenham uma capa diferente.

Em resposta ao processo, o fotógrafo responsável pela imagem acusa Spencer de usar a fotografia para "proveito próprio", referindo que o mesmo "tem lucrado ao longo dos últimos 30 anos com a foto".
Spencer Elden Nevermind Nirvana crime lei e justiça questões sociais tribunal
Ver comentários