Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Bélgica: Maquinistas em greve após tragédia

Numa reacção ao choque frontal de dois comboios que ontem matou pelo menos 18 pessoas e feriu 162, os maquinistas dos caminhos de ferro belgas (SNCB) encontram-se esta terça-feira em greve.
16 de Fevereiro de 2010 às 11:15
Choque fez pelo menos 18 vítimas mortais
Choque fez pelo menos 18 vítimas mortais FOTO: Thierry Roge/Reuters

Uma das vítimas da tragédia é um dos maquinistas envolvido no acidente.

Com a greve, os profissionais pretendem denunciar as más condições de trabalho, sendo que a paralisação surgiu por vontade dos trabalhadores, sem qualquer interferência dos sindicatos. 

Recorde-se que as causas do acidente estão ainda a ser investigadas, mas Lodewijk De Witte, governador da província de Brabante Flamengo, afirmou já que um dos comboios terá passado um sinal vermelho, entrado na via em que circulava o expresso com que chocou.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)