Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Bento XVI apela a africanos a não idolatrar poder do dinheiro

O papa Bento XVI convidou este domingo os africanos a não idolatrar o poder do dinheiro e a tomar conta "daqueles que são postos de lado".
20 de Novembro de 2011 às 11:48
Papa aproveitou para pedir aos africanos para ajudar todos "aqueles que são postos de lado"
Papa aproveitou para pedir aos africanos para ajudar todos 'aqueles que são postos de lado' FOTO: Agência Lusa

Bento XVI, que falava durante a celebração da missa "O estado da amizade" em Cotonu, no último dia de sua visita ao Benin, disse, perante 30 mil fiéis e 200 bispos do continente africano, que a "realeza" de Jesus é diferente.

"Sem dúvida, pode parecer desconcertante para nós, mas hoje, como há dois mil anos, estamos acostumados a ver sinais de "realeza" em sucesso, poder e dinheiro e temos dificuldade em aceitar um rei que é o servo dos humildes", disse.

O papa aproveitou para pedir aos africanos para ajudar todos "aqueles que são postos de lado", principalmente "todos aqueles que sofrem, os doentes, as pessoas afectadas pela sida e outras doenças e todos aqueles que são esquecidos pela sociedade".

"Mantenham a coragem", disse o papa, acrescentando que muitos em África "cuja fé é fraca têm uma mentalidade e o hábito de ignorar a realidade do Evangelho, acreditando que a busca da felicidade egoísta, fácil de ganhar, é o objectivo final da vida".

Bento XVI, na sua homília, adiantou que, com "tantas ligações com o mundo antigo, muitos dos medos tornam-nos prisioneiros", acrescentando que os fiéis devem aceitar "grandes sacrifícios". O papa aproveitou para renovar o apelo aos católicos africanos, contido no documento do Sínodo do Bispos, para contribuírem para a evangelização dos "povos que estão menos familiarizados" com a fé cristã.

Papa Bento XVI africanos Benin dinheiro
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)