Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Bento XVI apelou à paz no Líbano e na Faixa de Gaza

O Papa Bento XVI considerou, este domingo, ser inaceitável que a violência continue a ser a opção tomada para defender posições políticas e lançou um apelo para a realização de um "verdadeiro diálogo entre comunidades" em territórios como o Líbano e a Faixa de Gaza.
28 de Janeiro de 2007 às 13:04
O Sumo Pontífice dirigiu-se esta manhã aos milhares de fiéis que assistiam na Praça de S. Pedro, Cidade do Vaticano, à oração dominical do Angelus, lembrando que "nos últimos dias, a violência ensanguentou novamente o Líbano". "É inaceitável que esta via persista como forma de sustentar as razões políticas. Sinto uma pena imensa por essa população", disse Bento XVI.
O Papa exortou ainda os cristãos do Líbano a serem os promotores de um "autêntico diálogo entre as diferentes comunidades".
A mensagem do Papa acontece um dia depois de ter sido levantado o cessar-fogo imposto devido a combates entre partidários do governo e da oposição libaneses, que fizeram quatro mortos.
"Desejo igualmente que cesse o mais rapidamente possível a violência na Faixa de Gaza", acrescentou Bento XVI, numa altura em que se intensificam os confrontos entre o movimento radical islâmico Hamas e a Fatah, partido do presidente Mahmud Abas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)