Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Berlusconi pediu a bailarina para fazer de Obama numa festa 'bunga bunga'

A bailarina de burlesco dominicana Marysthell Garcia Polanco, que participou em várias festas de 'bunga bunga' de Silvio Berlusconi, testemunhou na sexta-feira que o então primeiro-ministro italiano lhe pediu para se vestir de Barack Obama.
26 de Maio de 2012 às 15:55
Barack Obama foi 'interpretado' em versão burlesca por Maryshtell Garcia Polanco
Barack Obama foi 'interpretado' em versão burlesca por Maryshtell Garcia Polanco FOTO: Fotomontagem CM

Além de 'interpretar' o presidente dos EUA, a bailarina de 28 anos também colocou uma peruca ruiva para fazer de Ilda Boccassini, procuradora do Ministério Público suspeita de simpatias comunistas.

A revelação desse alegado pedido de Berlusconi torna-se ainda perturbadora quando a magistrada, alcunhada de 'Ilda, a Vermelha', está envolvido no julgamento realizado em Roma em que Berlusconi é acusado de fazer sexo em troca de dinheiro com a então menor Karima El Mahroug.

A marroquina, mais conhecida por 'Ruby', tinha 17 anos em 2010, aquando dos factos que estão a ser julgados. Silvio Berlusconi responde ainda por alegadas pressões para libertar a adolescente após ter sido detida por roubo.

"Vesti-me como Boccassini, com uma toga, e também como Obama", disse a dominicana Marysthell Garcia Polanco, garantindo que as festas 'bunga bunga' nada tinham de pornográfico.

No entanto, outras testemunhas garantiram que numa dessas festas havia simulações de sexo e mulheres vestidas de freiras a fazer a dança do varão.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)