Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Bo Xilai condenado a prisão perpétua

Antigo líder comunista foi acusado de corrupção, desvio de fundos e abuso do poder.
22 de Setembro de 2013 às 08:24
Antigo líder comunista Bo Xilai algemado
Antigo líder comunista Bo Xilai algemado FOTO: AFP/Getty Images

O antigo líder comunista chinês Bo Xilai foi condenado a prisão perpétua, anunciou este domingo o Tribunal de Jinan, no leste da China.

Bo Xilai, 64 anos, ex-membro do Politburo do Partido Comunista Chinês (PCC), visto até há pouco tempo como um dos políticos mais populares do país, foi condenado por corrupção, desvio de fundos e abuso do poder.

O veredito foi anunciado cerca das 11h00 (04h00 em Lisboa) pelos juízes do tribunal de primeira instância de Jinan, capital da província de Shandong.

Um total de 116 pessoas, entre os quais três familiares de Bo Xilai e 22 jornalistas, encontravam-se dentro da sala de audiências quando a sentença foi anunciada, disse a CCTV (Televisão Central da China).

Bo Xilai, que durante o julgamento negou todas as acusações que lhe eram imputadas, tem dez dias para recorrer da sentença.

BO XILAI ACEITOU SUBORNOS DE 2,4 MILHÕES DE EUROS

O ex-líder comunista chinês Bo Xilai, condenado este domingo a prisão perpétua, aceitou subornos no valor de 20,44 milhões de yuan (2,46 milhões de euros), segundo o veredito anunciado pelo tribunal de Jinan, leste da China.

Trata-se de um montante inferior ao que foi inicialmente imputado ao réu e que envolvia ainda 1,34 milhões de yuan (161,8 mil euros) em bilhetes de avião alegadamente pagos por um empresário chinês à mulher e ao filho de Bo Xilai, Gu Kailai e Bo Guagua, respetivamente.

"Não havia provas suficientes para apoiar aquela acusação", disse a agência noticiosa oficial chinesa.

Ao contrário do que aconteceu durante os cinco dias do julgamento, no final de agosto, Bo Xilai estava hoje algemado e a televisão mostrou-o com as mãos a tremer.

O tribunal de Jinan, que deu como provado os outros dois crimes imputados a Bo Xilai (desvio de fundos e abuso do poder), decidiu também confiscar os bens pessoais do antigo líder e privá-lo de direitos políticos para toda a vida.

Em junho passado, um antigo ministro dos Caminhos de Ferro, Liu Zhijun, foi condenado à morte com pena suspensa por dois anos por ter aceite subornos no valor de 64,6 milhões de yuan (7,8 milhões de euros).

China Bo Xilai condenação prisão perpétua antigo líder comunista comunismo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)