Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Bolsonaro diz que esquerdistas não merecem ser tratados como "pessoas normais"

Presidente brasileiro pediu "a Deus" que "abra a mente de quem" apoia a esquerda política.
Lusa 17 de Janeiro de 2020 às 07:40
Jair Bolsonaro
jair bolsonaro
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro
jair bolsonaro
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro
jair bolsonaro
Jair Bolsonaro
O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, afirmou quinta-feira, num evento em Brasília, que os esquerdistas não merecem ser tratados como "pessoas normais", e pediu "a Deus" que "abra a mente de quem" apoia a esquerda política.

"Quis o povo me eleger para governar aqueles que no passado colocaram o país na dificuldade que se encontra. (...) Peço a Deus que continue a abençoar o nosso Brasil, abra a mente de quem está do lado da esquerda. Essa maldita esquerda que não deu certo em lugar nenhum, e que alguns teimam que volte ao poder. Agradeço a Deus pelo milagre da eleição", disse o chefe de Estado.

No seu discurso numa cerimónia sobre a mudança no comando da Operação Acolhida, programa do Governo do Brasil destinado ao apoio a migrantes venezuelanos, Bolsonaro apelou a que os brasileiros não voltem a colocar partidos de esquerda no poder.

Deus Jair Bolsonaro Brasília Presidente política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)