Bolsonaro faz nova nomeação polémica

O presidente eleito escolheu para ministra da Agricultura a deputada Tereza Cristina, envolvida em suspeitas de financiamentos ilícitos.
Em mais uma controversa escolha para o seu futuro governo, o presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, convidou para ministra da Agricultura uma deputada federal a quem colegas de parlamento deram a nada auspiciosa alcunha de ‘Musa do Veneno’.

Tereza Cristina, do partido Democratas, também já teve o seu nome ligado ao esquema de ‘luvas’ da JBS, a maior produtora mundial de proteína animal, com que a sua família tem negócios.

A deputada é presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, que representa os maiores proprietários de terras do Brasil e as maiores empresas do agronegócio, de quem recebe as principais doações de campanha. Em 2017, o seu nome apareceu na lista de doações ilícitas pagas pela JBS, dos irmãos Joesley e Wesley Batista.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!