Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Bolsonaro pede a presidente de Angola que proteja bispos brasileiros da IURD acusados de irregularidades

IURD alega que essas denúncias são mentiras propaladas por pastores angolanos expulsos da organização supostamente por desvios de conduta.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 13 de Julho de 2020 às 18:39
Bolsonaro
Bolsonaro FOTO: Reuters

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, enviou uma carta ao presidente de Angola, João Lourenço, pedindo para que este proteja pastores e bispos brasileiros da IURD, Igreja Universal do Reino de Deus, acusados de irregularidades naquele país africano.

A IURD em Angola está a ser alvo de investigações por suspeita de desvio de dinheiro, evasão de divisas para o Brasil, discriminação, branqueamento de capitais e abusos contra a dignidade de membros africanos por parte dos líderes brasileiros, que forçariam até vasectomias e castrações químicas.

Na carta, Bolsonaro pede ao seu homólogo angolano que garanta os direitos e a integridades dos brasileiros ligados àquela organização que estão a ser acusados de crimes e têm sido alvo de acções policiais. O envio da carta do brasileiro a João Lourenço foi avançada nas redes sociais por um filho de Bolsonaro, o deputado Eduardo Bolsonaro.

Sexta-feira passada, 10 de Julho, agentes do SIC, Serviço de Investigação Criminal, da Polícia Nacional de Angola realizaram diligências em templos e residências de bispos da IURD em diversas partes do território angolano. Foram apreendidos computadores, câmaras de vídeovigilância e muitos documentos e encontrados cofres escondidos até dentro de paredes.

Em Novembro de 2019, 330 pastores e bispos angolanos da IURD romperam com o líder máximo da entidade, o brasileiro Edir Macedo, reivindicaram que a organização no território angolano seja comandada exclusivamente por naturais do país e denunciaram discriminação, crimes financeiros e abusos de poder por parte dos missionários brasileiros enviados a Angola.

A IURD alega que essas denúncias são mentiras propaladas por pastores angolanos expulsos da organização supostamente por desvios de conduta.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)