Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Bomba mata jovem

Num lamentável episódio, um adolescente de 17 anos morreu ontem devido à explosão acidental de uma bomba que fabricara, seguindo instruções obtidas através da internet. O caso ocorreu num apartamento da capital norueguesa, Oslo, e a polícia excluiu qualquer ligação a terrorismo.
19 de Agosto de 2005 às 00:00
Vítima encontrou as instruções para fabricar a bomba na Internet
Vítima encontrou as instruções para fabricar a bomba na Internet FOTO: Natália Ferraz
Tudo se passou pouco antes da meia-noite de quarta-feira, depois de o jovem de 17 anos ter conseguido fabricar o engenho explosivo com a ajuda de planos obtidos na ‘net’. Inadvertidamente, a bomba explodiu, provocando a morte do adolescente e ferindo gravemente um irmão, de 19 anos – ambos de origem síria –, além de ter causado avultados danos materiais no apartamento. Um noruguês de origem paquistanesa, de 20 anos – que estava no apartamento – foi acusado de envolvimento na preparação de explosivos ilegais. Na altura da fatídica explosão, encontravam-se ainda no apartamento dois outros jovens, que foram levados sob custódia para serem interrogados. Estes três últimos jovens saíram ilesos.
Após a explosão, peritos encontraram entre os escombros do apartamento manuais de instruções sobre o fabrico de explosivos retirados da internet. Os peritos examinaram minuciosamente o apartamento sinistrado, com o objectivo de recolherem vestígios que lhes permitam concluir qual o tipo de componentes utilizados para o fabrico do engenho explosivo.
Agentes da polícia isolaram a área e procederam à evacuação de cerca de uma dezena de vizinhos, obrigados a permanecerem na rua durante a noite para facilitarem as investigações. A polícia anunciou já que não há sinais de qualquer ligação a terrorismo, tendo qualificado a detonação como um trágico acidente. As autoridades policiais colocaram a hipótese de o jovem ter decidido fabricar a bomba para fazer explodir máquinas de bilhetes de transportes públicos, com o objectivo de retirar o dinheiro do seu interior. As referidas máquinas, que abundam sobretudo nas estações de metropolitano dos arredores de Oslo, podem acumular centenas de euros em moedas e notas.
Registe-se que foram já feitas explodir várias destas máquinas, a última das quais há ainda poucos dias.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)