Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Bombas matam 33

Carro armadilhado explodiu nas imediações da Zona Verde, perto de um edifício do governo.
16 de Agosto de 2013 às 01:00
Um dos carros armadilhados que explodiram em Bagdad
Um dos carros armadilhados que explodiram em Bagdad FOTO: Ahmed Saad/Reuters

Uma nova vaga de atentados bombistas em Bagdad, um dos quais perto da chamada Zona Verde, causou ontem pelo menos 33 mortos.

Ataques com viaturas armadilhadas foram perpetrados em diferentes zonas da capital iraquiana, incluindo áreas xiitas. Uma das bombas explodiu a cerca de 250 metros do complexo diplomático, perto do Ministério dos Negócios Estrangeiros, matando quatro pessoas e ferindo doze. Outro ataque, na zona leste de Bagdad, junto a instalações da polícia de trânsito, provocou a morte de cinco pessoas e ferimentos em 17. Uma terceira explosão, no distrito de al-Shurta al-Rabaa, fez quatro mortos e 18 feridos.

Nos arredores da capital, outras três pessoas morreram e 14 ficaram feridas na explosão de um miniautocarro. No total, há registo de pelo menos 33 mortos e mais de uma centena de feridos. Os últimos quatro meses foram os mais mortíferos dos últimos cinco anos.

Iraque Bagdad bombas mortes Zona Verde
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)