Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Bombista de Nova Iorque acusado de terrorismo

Homem de 27 anos tentou fazer-se explodir no metro, em Manhattan.
12 de Dezembro de 2017 às 14:00
Akayed Ullah
Bombista foi identificado como Akayed Ullah, de 27 anos e nascido no Bangladesh
 Ullah Akayed, suspeito de atentado em Nova Iorque
Akayed Ullah
Bombista foi identificado como Akayed Ullah, de 27 anos e nascido no Bangladesh
 Ullah Akayed, suspeito de atentado em Nova Iorque
Akayed Ullah
Bombista foi identificado como Akayed Ullah, de 27 anos e nascido no Bangladesh
 Ullah Akayed, suspeito de atentado em Nova Iorque
Akayed Ullah que, esta segunda-feira, fez explodir uma bomba artesanal no metro de Nova Iorque, foi formalmente acusado de terrorismo. 

Para além dessa acusação, pende sobre o jovem de 27 anos também a acusação de auxílio a ameaças terroristas e posse ilegal de arma, segundo informam, esta terça-feira, as autoridades norte-americanas. 

Akayed Ullah é do Bangladesh, mas vive na América há sete anos. As autoridades dizem que entrou no país ao abrigo de um programa de vistos familiares. Vivia no bairro nova-iorquino de Brooklyn e terá fabricado a bomba no seu apartamento. A sua casa e as de familiares estão a ser alvo de buscas, com a família a garantir querer cooperar com as autoridades para perceber o que aconteceu mas a criticar a forma como a polícia tem atuado, especialmente com as crianças familiares de Akayed Ullah.

Ullah terá confessado que preparava o atentado suicida há um ano. Quando detonou a bomba, usava um colete com explosivos, mas foi ele a principal vítima. Ficou com queimaduras na mão e no abdómen. O suspeito diz ter-se inspirado nos ataques do grupo terorrista Daesh. Atualmente era eletricista, mas já trabalhou como taxista.

Em atualização
Akayed Ullah Nova Iorque distúrbios guerras e conflitos terrorismo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)