Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Bósnia: Mladic deixa hospital e prossegue julgamento

O antigo chefe militar dos sérvios bósnios, Ratko Mladic, regressou esta sexta-feira à sua cela após um internamento hospitalar na quinta-feira motivado por uma indisposição durante o julgamento no Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia (TPIJ).
13 de Julho de 2012 às 17:39
Ratko Mladic, antigo chefe militar dos sérvios bósnios
Ratko Mladic, antigo chefe militar dos sérvios bósnios FOTO: Reuters

"Mladic regressou ao centro de detenção após os exames médicos terem confirmado que não existem anomalias no seu estado de saúde e que não é necessário tratamento", referiu a porta-voz do tribunal, Nerma Jelacic. 

A porta-voz acrescentou ainda que Mladic está em condições de comparecer no julgamento, que será retomado na segunda-feira.

Mladic, 70 anos, é acusado pelos procuradores do TPIJ de genocídio, crimes de guerra e crimes contra a humanidade durante a guerra civil na Bósnia-Herzegovina (1992-1995).

Na quinta-feira foi hospitalizado após ter desmaiado no tribunal, quando David Harland, uma testemunha da acusação e conselheiro político da ONU durante a guerra, prestava o seu depoimento.

Detido em Maio de 2011, Mladic tinha já referido que possuía problemas de saúde, e o seu advogado disse que no passado o ex-militar sérvio bósnio registou três desmaios e um ataque de coração. Em 2011 foi ainda tratado a uma pneumonia. 

internamento hospitalar indisposição Bósnia julgamento Ratko Mladic
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)