Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Brasil regista 60 mortes e 2567 infetados por coronavírus

São Paulo, com 48 vítimas mortais, e o Rio de Janeiro, com 8, continuam a ser os estados mais afetados.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 26 de Março de 2020 às 12:58
Coronavírus Brasil
Coronavírus Brasil FOTO: Reuters

O Brasil atingiu esta quinta-feira oficialmente 60 mortes provocadas pela pandemia de coronavírus. Os dados, atualizados às 08h25 locais, 11h25 em Lisboa, são a soma dos números divulgados num boletim do Ministério da Saúde brasileiro sobre o avanço da pandemia e aqueles avançados pelas secretarias de Saúde dos estados, geralmente mais rápidas na confirmação de casos.

O total de pessoas infetadas no país subiu, ainda de acordo com essas fontes, para 2567. No dia anterior, quarta-feira à tarde, os casos confirmados pelo ministério eram 2433, o que, avaliou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, mostra que o aumento de contágios continua, mas no mesmo ritmo dos últimos dias, não se tendo até agora registado o aumento de novas infecções e de novas mortes esperadas para as próximas semanas.

A taxa de mortalidade, apesar de ainda estar dentro da média mundial, aumentou ligeiramente de terça para esta quarta-feira. Na terça, a taxa de mortes por coronavírus era de 2,1%, enquanto esta quarta passou para 2,4%.

São Paulo, com 48 vítimas mortais, e o Rio de Janeiro, com 8, continuam a ser os dois estados onde a pandemia de coronavírus provocou mais infetados e mortes, mas todos os 27 estados brasileiros já têm casos. Esta quarta-feira, em reunião por teleconferência, os governadores de pelo menos 25 estados decidiram manter as medidas restritivas que adotaram nos seus territórios, como o encerramento de escolas e comércio, rejeitando veementemente o pedido feito por Jair Bolsonaro para suspenderem essas acções, que, segundo o presidente, são desnecessárias e estão a prejudicar a economia. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)