Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Britânica escondeu quatro bebés no armário

Uma britânica admitiu em tribunal ter escondido três recém-nascidos no armário durante 20 anos. Bernardette Quirk, de 55 anos, confessou ainda ter enterrado ilegalmente num cemitério o corpo de uma quarta menina.
15 de Setembro de 2010 às 15:33
Bernardette reconheceu os factos em tribunal
Bernardette reconheceu os factos em tribunal FOTO: d.r.

A mulher, de 55 anos, está a ser julgada por um tribunal de Liverpool, onde contou que os bebés nasceram entre 1985 e 1995, uma década em que consumia grandes quantidades de álcool. Em sua defesa, Bernardette alegou que os quatro bebés nasceram já sem vida. Após os partos, que ocorreram sempre na sua casa, embrulhou os recém-nascidos em roupas velhas e guardou-os dentro de um recipiente de plástico no armário.

Em tribunal, Bernardette Quirk acabou por se declarar culpada das acusações de ocultação dos nascimentos. Apesar de não se recordar do quarto bebé, acabou por admitir o crime face às provas apresentadas. O seu advogado, Ian Morris, alegou que os factos ocorreram num período difícil da vida da sua cliente e que esta guardou as memórias dessa década num ponto inacessível.

Os bebés foram encontrados por Joanne Lee, filha de Quirk, que acabou por avisar a Polícia. A leitura da sentença deste caso está marcada para 11 de Outubro.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)