Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Britânico matou namorada

O britânico Paul Durant, que está a ser julgado pela morte da sua namorada, admitiu perante o tribunal ter assassinado Karen Durrell na sua casa. Refira-se que pouco depois de ser preso, escreveu a um jornal afirmando que cortou o corpo de Karen aos pedaços e comeu-os. Mas ontem não admitiu tais actos. Durant enfrenta uma pena de 12 anos de prisão.
9 de Novembro de 2007 às 01:02
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)