Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Buscas na casa e escritório de Sarkozy

A casa e o escritório de advogados de Nicolas Sarkozy estão, esta terça-feira, a ser alvo de buscas policiais, avança o jornal 'Le Monde'.
3 de Julho de 2012 às 16:04
Casa e escritório do antigo presidente francês estão a ser alvos de buscas policiais
Casa e escritório do antigo presidente francês estão a ser alvos de buscas policiais FOTO: D.R.

A investigação está relacionada com o caso Bettencourt, que procura estabelecer ligações entre um possível financiamento ilícito da campanha eleitoral do ex-presidente da República da França por Liliane Bettencourt, herdeira da L'Oréal.

O nome de Sarkozy é mencionado na investigação desde 2010, levando mesmo o político a ceder às autoridades as suas agendas para demonstrar que não se tinha encontrado com Bettencourt.

Segundo o "Le Monde", as buscas foram acompanhadas pelo juiz Jean-Michel Gentil, encarregado do caso da multimilionária herdeira da L'Oréal, Lilliane Bettencourt.

Sarkozy perdeu a imunidade judicial a 16 de Junho, quando se cumpriu um mês do final do mandato de presidente de França.

A investigação visa apurar se Sarkozy recebeu 150 mil euros para financiar a sua campanha eleitoral de 2007, através do seu tesoureiro à época, Eric Woerth.

Sarkozy e a família partiram na segunda-feira para o Canadá, segundo o advogado.

"Estas buscas, feitas 15 dias depois de terem sido enviados a este juiz todos os elementos necessários, vão revelar-se inúteis", disse o advogado. Os elementos enviados, prosseguiu o advogado, demonstram "a impossibilidade absoluta dos pretensos 'encontros secretos' com Lilliane Bettencourt" e todas as deslocações de Sarkozy em 2007 foram feitas "sob controlo dos funcionários da polícia encarregados da sua segurança".

Herzog disse ter voltado esta segunda-feira a escrever ao juiz para o informar da identidade dos polícias em causa, "para que eles possam confirmar que houve apenas um encontro, a 24 de Fevereiro de 2007, com André Bettencourt", marido de Lilliane Bettencourt, entretanto falecido.

O caso Bettencourt nasceu de um diferendo familiar entre a herdeira e a filha, acabando por envolver figuras da política francesa. O caso levou nomeadamente à demissão do antigo ministro do Trabalho de Sarkozy, Eric Woerth, por suspeita de conflito de interesses e envolvimento em financiamentos ilegais de campanhas.

sarkozy buscas investigação financiamento bettencourt
Ver comentários