Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

BUSH AFIRMA QUE O JOGO ACABOU

O presidente norte-americano avisou ontem Bagdad que “o jogo acabou” para o regime iraquiano. Numa conferência de Imprensa surpresa na Casa Branca, George W. Bush afirmou que Saddam Hussein desperdiçou a “última oportunidade” para evitar a guerra, pelo que “será detido”.
7 de Fevereiro de 2003 às 09:21
BUSH AFIRMA QUE O JOGO ACABOU
BUSH AFIRMA QUE O JOGO ACABOU
Apesar deste ultimato lançado a Bagdad, Bush admitiu que os Estados Unidos da América estão dispostos a aceitar uma segunda resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas, caso esta mantenha as exigências anteriores e conduza a um rápido desarmamento do Iraque.

“Saddam Hussein desperdiçou a última oportunidade que lhe foi dada. O ditador iraquiano fez a sua escolha. Agora, o Conselho de Segurança não deve recuar. Os EUA apoiarão uma segunda resolução que demonstre que o Conselho de Segurança mantém as suas exigências anteriores”, referiu o presidente norte-americano, sublinhando que as resoluções significam pouco se não forem acompanhadas de “uma firme determinação”.

Reafirmando as revelações feitas no Conselho de Segurança pelo Secretário de Estado dos EUA, Colin Powell, na passada quarta-feira, Bush assinalou que as violações pelo regime iraquiano das resoluções da ONU são evidentes e constantes e que Bagdad nunca explicou o destino dado ao seu vasto arsenal de armas químicas e biológicas, mantendo o “jogo da mentira” para esconder os seus armamentos.

“O perigo de Saddam Hussein estende-se a todo o Muno”, realçou o presidente norte-americano, numa intervenção que os analistas consideram uma confirmação de que o processo diplomático para tentar desarmar o regime iraquiano entrou na fase final, estando cada vez mais próxima a eventualidade de uma intervenção armada.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)