Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Bush alerta para nuclear iraniano

O presidente norte-americano, George W. Bush ressuscitou o fantasma do holocausto nuclear, num encontro com veteranos, em Reno, Nevada. Para o líder da Casa Branca, o perigo está, agora no Médio Oriente e no Irão.
28 de Agosto de 2007 às 20:19
“Os esforços activos do Irão para adquirir a tecnologia que poderia levar a armas nucleares poderão fazer pairar a ameaça de um holocausto nuclear sobre uma região já conhecida pela instabilidade e pela violência que aí reinam”, disse Bush.
Por outro lado, o presidente americano, no seu discursos perante os antigos combatentes dos Estados Unidos, exigiu ao Irão que pare “imediatamente” de armar os rebeldes contra os soldados norte-americanos no Iraque.
Especificamente, Bush acusou os Guardas da Revolução e a brigada Qods de financiarem e treinarem os grupos de rebeldes no Iraque, bem como de os municiarem, sobretudo com explosivos.
“O regime iraniano tem que parar com essas actividades “, disse Bush, acrescentando que “tomarei as medidas necessárias para proteger os nossos soldados”.
O ‘inquilino’ da Casa Branca frisou ainda que o Irão é o “primeiro Estado do mundo no apoio ao terrorismo” e denunciou o apoio que este país dá ao Hezbollah libanês, ao Hamas e à Jihad Islâmica palestinianos, bem como o fornecimento de armas aos talibãs.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)