Cabo-verdiana Lura lança música que aborda o respeito pelos outros

Cantora compôs um tema para o Festival da Canção 2019.
Por Tiago Sousa Dias|12.02.19

A cantora Lura falou ao CM do seu tema " Alguem di alguem", incluído no EP que precede o seu próximo disco. Uma música que sugere uma reflexão sobre o respeito pelos outros, pela pessoa humana, pelo respeito por si próprio.

Do EP consta também um tema dedicado à sua filha, "Nina", e um dueto com Gael Faye, um cantor francês. Juntos fazem um novo encontro sobre o tema " Crepuscular solidão" de Cesária Évora.

"Já foi gravado por outros artistas, mas fez todo o sentido gravarmos novamente." Gael Faye é um fã e seguidor da obra de Cesária Évora. Encontraram-se numa homenagem à diva cabo-verdiana. "Acabámos por gravar o dueto que eu acho que ficou muito bonito."

"Alguem di Alguem" é um Funaná. "Eu fiz um encontro entre a tradição e a modernidade. Convidei dois grandes músicos jovens. O Vitor que é filho da grande lenda caboverdiana Bitori Nha Bibinha e que conseguiu dar uma roupagem muito tradicional, pura do Funaná de Ferro e Gaita. Convidei também o Khaly, que deu o lado mais eletrónico. Um lado eletrónico que deu mais abertura ao Funaná. Está mais dançante."

Foi com alegria que recebeu o convite para compôr um tema para o festival da canção 2019. "Convidei a Soraia Tavares para interpretar o tema, chama-se 'O Meu Sonho'. Fala sobre esta sensação que todos temos de que o mundo está uma confusão. Que todos queremos um mundo melhor. O tema cantado pela Soraia Tavares vai resultar. Ela tem uma voz doce e forte ao mesmo tempo. Faz tudo com muita garra. Canta com garra. Penso que vão gostar", conclui.



pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!