Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

CAÇA NORTE-COREANO VIOLA ESPAÇO AÉREO

Um caça MIG-19 norte-coreano penetrou hoje, durante breves momentos, no espaço aéreo do paralelo 38, que divide as Coreias do Norte e do Sul, fazendo accionar os alarmes de defesa na zona fronteiriça.
20 de Fevereiro de 2003 às 09:22
CAÇA NORTE-COREANO VIOLA ESPAÇO AÉREO
CAÇA NORTE-COREANO VIOLA ESPAÇO AÉREO
A incursão do avião norte-coreano na linha divisória entre os dois países durou apenas dois minutos, após o que o aparelho regressou ao espaço aéreo da Coreia do Norte.

Enviados imediatamente para o local, caças sul-coreanos já não detectaram a presença do intruso, que havia sido identificado nos radares de defesa da Coreia do Sul.

Esta foi a primeira vez desde 1983 que um avião norte-coreano violou o espaço aéreo da zona de fronteira que divide as duas Coreias desde 1953, após o acordo de armistício que pôs fim à guerra entre o Norte e o Sul. Em 20 anos, foi a segunda vez que um incidente deste género aconteceu.

O incidente já levou as autoridades sul-coreanas a apresentarem um protesto formal contra a Coreia do Norte, numa altura em que se vive um clima de grande tensão na península coreana.

Esta semana, as autoridades norte-coreanas ameaçaram abandonar os seus compromissos com o armistício de 1953, se os EUA avançarem com sanções contra Coreia do Norte, devido à intenção de Pyongyang prosseguir o seu programa nuclear.
Ver comentários