Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

CALAMIDADE NAS FILIPINAS

As Filipinas declararam, esta segunda-feira, o estado de calamidade na província de Leyte, no sul do país, depois das chuvas torrenciais que se abateram sobre a região na passada semana, e consequentes deslizamentos de terra, terem causado a morte de 209 pessoas.
23 de Dezembro de 2003 às 14:21
A presidente Glória Arroyo deslocou-se hoje à região, onde visitou as zonas mais afectadas. Ao local chegam em grande afluência aviões com alimentos, equipamento de salvamento e outras provisões para as milhares de famílias que ficaram desalojadas devido às cheias e avalanches de lama.
O arquipélago das Filipinas foi fustigado por chuvas torrenciais na passada semana. Cheias e deslizamentos de terras varreram três grandes zonas habitacionais na estreita península de Leyte, causando a morte de 209 pessoas, segundo o último balanço confirmado das autoridades locais, e o desaparecimento de cerca de uma centena.
As autoridades locais apontam como causa desta tragédia a erosão da provocada pelo derrube ilegal de árvores e a construção ilegal.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)