Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Canárias: Dez morrem a 20 metros da costa

O naufrágio de uma embarcação apenas a 20 metros da costa, na Praia da Arinaga, zona sudeste da ilha da Gran Canária causou a morte a pelo menos 10 dos seus passageiros, imigrantes ilegais que tentavam entrar em Espanha.
7 de Setembro de 2007 às 14:46
Membros de socorro retiram um dos imigrantes da água
Membros de socorro retiram um dos imigrantes da água FOTO: Reuters
Segundo fontes da Guardia Civil, apenas quatro dos ocupantes conseguiram chegar à costa. Dois deles foram internados hospitalarmente e os outros dois foram detidos posteriormente pelas autoridades.
Segundo testemunhos dos sobreviventes. A maioria saltou do barco crendo que já estava em terra firme mas apenas estava sobre uma rocha. Outros motivos porque estes imigrantes se afogaram rapidamente, foram a elevada debilidade, devido ao cansaço e o excesso de roupa que traziam vestida.
O local onde os imigrantes se afogaram, num momento em que o mar estava calmo, sem ondas nem correntes, tem uma profundidade média de 20 metros. Na sua maioria os cadáveres foram encontrados juntos, a boiar e no fundo das águas.
Desde o início do ano, mais de uma centena de imigrantes clandestinos, na sua maioria da África Subsahariana, já morreram ao largo do arquipélago das Canárias.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)