Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Cancro da mama aumenta nos homens

O cancro da mama está a matar muitos homens no Reino Unido simplesmente por desconhecimento dos sintomas ou vergonha de ir ao médico, alerta a revista médica britânica 'The Lancet'.
17 de Fevereiro de 2006 às 15:58
Anualmente, 250 homens britânicos são diagnosticados com cancro da mama e 70 deles morrem. "É frequente pensar-se que o cancro da mama só atinge as mulheres", afirma na revista o professor Ian Fentiman, do Guy´s Hospital de Londres.
O especialista alerta para o facto de que um diagnóstico precoce da doença equivale a 75 a 100 por cento de hipóteses de cura. Quando detectada num estado mais avançado a probabilidade diminiu para 30 por cento. Ian Fentiman salienta assim a necessidade de se apostar cada vez mais na informação.
Ver comentários