Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Cantor R. Kelly condenado a 30 anos de prisão por tráfico de mulheres para fins sexuais

Julgamento deu voz a vítimas, que em tempos tinham sido ignoradas por serem mulheres negras.
29 de Junho de 2022 às 20:19
R. Kelly
R. Kelly FOTO: Chicago Police Department
R. Kelly foi condenado a 30 anos de prisão, por submeter jovens fãs a abusos sexuais sistemáticos.

O cantor e compositor norte-americano, de 55 anos, foi condenado pelo crime de tráfico de mulheres para fins sexuais num julgamento que deu voz a vítimas, que em tempos tinham sido ignoradas por serem mulheres negras.

"Obrigou-me a fazer coisas. Desejei literalmente morrer por causa do quão baixo me fez sentir", disse uma mulher ao cantor.

"Tive medo, fui ingénua e não sabia lidar com a situação", disse outra mulher, que terá sido abusada aos 17 anos.

Os boatos sobre os abusos de R. Kelly começaram a surgir nos anos 90, de acordo com o NBC Chicago. Em 1997, o artista foi processado por uma mulher que alegou que Kelly a tinha agredido e assediado sexualmente quando esta ainda era menor. Já em 2008, o cantor foi absolvido da acusação de pornografia infantil.

O artista, apesar de todos os casos polémicos, continuou a ser idolatrado por uma imensa legião de fãs e a vender milhões de álbuns durante toda a carreira. 
R. Kelly Kelly crime lei e justiça
Ver comentários
}