Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Carpinteiro identificado como “terrível” comandante Nazi

Autoridades da Polónia confirmam que Michael Karkoc foi alta patente das SS alemãs.
João Monteiro de Matos 14 de Março de 2017 às 14:08
Carpinteiro identificado como “terrível” comandante Nazi
Carpinteiro identificado como “terrível” comandante Nazi FOTO: Direitos Reservados

Com 98 anos, Michael Karkoc foi durante décadas um pacato carpinteiro no estado do Minnesota, Estados Unidos da América (EUA). Contudo, Michael escondia um passado sombrio ligado ao Nazismo. 

Michael Karkoc foi comandante da legião de Autodefesa da Ucrânia, que era parte integrante das SS de Adolfo Hitler. 

As autoridades da Polónia confirmam a identidade deste homem e já pediram às homólogas americanas a extradição do antigo nazi para ser julgado pelos crimes cometidos durante a II Guerra Mundial. 

Esta não é a primeira vez que este homem se vê envolvido em processos relativos à Segunda Grande Guerra. Em 2013, as autoridades alemãs pediram a sua extradição para o seu território com vista a uma investigação detalhada sobre o seu envolvimento nos vários crimes contra a humanidade. Mas estes pedidos foram todos negados pela família do suspeito por considerarem que o estado de saúde de Michael é frágil e também por não acreditar nas provas apresentadas pelas autoridades dos vários países que investigam o familiar. 

Michael Karkoc é suspeito de ter sido o mandante do massacre de  Chlaniów, na Polónia, que matou mais de 44 pessoas e que lhe valeu o nome de "besta".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)