Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

CARROS ARMADILHADOS EXPLODEM EM BAGDAD

Esta quinta-feira marca mais uma jornada de grande violência no Iraque. As explosões de quatro carros armadilhados na capital iraquiana, Bagdad, causaram pelo menos 44 mortos e mais de 200 feridos, segundo informação avançada por fontes militares e policiais.
30 de Setembro de 2004 às 08:14
CARROS ARMADILHADOS EXPLODEM EM BAGDAD
CARROS ARMADILHADOS EXPLODEM EM BAGDAD FOTO: Reuters
Rebeldes iraquianos fizeram explodir três bombas à passagem de uma coluna militar norte-americana num bairro da zona sudoeste de Bagdad. Segundo a Polícia iraquiana, pelo menos 41 pessoas morreram e cerca de 140 outras ficaram feridas.
A maioria das vítimas (34) destas explosões são crianças, que assistiam à cerimónia de inauguração de uma estação de abastecimento de água no bairro de Al-Amel. A primeira deflagração foi seguida de duas outras, pouco depois, quando os soldados norte-americanos tentavam ajudar as vítimas da primeira detonação.
Horas antes, a deflagração de um carro-bomba junto a uma esquadra de Polícia em Abu Ghraib, na zona ocidental de Bagdad, matou dois polícias iraquianos e um soldado norte-americano, tendo ainda ferido cerca de 60 outras pessoas, muitas das quais mulheres e crianças.
VIOLÊNCIA EM TODO O PAÍS
A violência nãos e limitou à capital iraquiana. Também em Tel Afara, 450 quilómetros a norte de Bagdad, foi registada a explosão de um carro-bomba, que matou pelo menos quatro pessoas e deixou outras 16 feridas, segundo informaram fontes médicas do hospital local.
Em Ramadi, 100 quilómetros a Oeste da capital iraquiana, confrontos entre soldados dos EUA e rebeldes iraquianos feriram três iraquianos, enquanto em Faluja, 50 quilómetros a Oeste de Bagdad, novos bombardeamentos norte-americanos mataram três pessoas e feriram várias outras.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)