Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Casa Branca confirma corte na ajuda ao Paquistão

País vai deixar de receber milhões para financiar esforços antiterroristas.
4 de Janeiro de 2018 às 20:51
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
A Administração norte-americana, liderada por Donald Trump, vai mesmo deixar de apoiar financeiramente o Paquistão, avança esta quinta-feira o New York Times

Segundo documentos citados por aquele jornal, esta "suspensão é um congelamento de fundos", pelo que se desconhece até quando durará. A Casa Branca já tinha avisado Islamabad que iria ter de fazer mais para manter a ajuda prestada pelos EUA, especialmente no que diz respeito à segurança do país: os EUA providenciavam fundos de ajuda para pagar as operações de contraterrorismo levadas a cabo pelo Paquistão. 

Recorde-se que a administração liderada por Donald Trump já tinha acusado, esta terça-feira, o Paquistão de fazer "jogo duplo" na luta contra o terrorismo. Nikki Haley, embaixadora norte-americana nas Nações Unidas, também já tinha dito que Washington deverá cortar cerca de 250 milhões de euros em ajudas ao Paquistão, depois de Trump ter acusado o país de oferecer aos EUA "mentiras e enganos". 


Em causa poderá estar o alegado apoio de Islamabad a grupos aliados dos talibãs afegãos, facto que tem afetado as relações entre os EUA e o Paquistão.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)