Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Casal britânico refém dos piratas

A força naval europeia em serviço nas água somali detectou às primeiras horas da madrugada o iate britânico sequestrado por piratas no passado dia 23.
29 de Outubro de 2009 às 12:55
Dois estrangeiros capturados
Dois estrangeiros capturados FOTO: EPA

A bordo, recorde-se, seguia o casal, Paul e Rachel Chandler. Assim que o helicóptero espanhol (incluindo na força militar europeia) deu o alerta, várias fragatas deslocaram-se de imediato para o iate. Só que, quando os marinheiros entraram, depararam com o barco vazio, sem qualquer rasto dos seus dois ocupantes.

Paul e Rachel, de 50 anos, tinham partido das Seychelles no seu luxuoso iate ‘Lynn Rival’ em direcção à Tanzânia, onde muito provavelmente acabaram por cair nas mãos dos piratas somalis, os actuais ‘senhores’ do Oceano Índico.  A partir de então, o barco iate foi procurado pelas forças navais da UE, da NATO e mesmo dos EUA.

Pouco depois do iate ter sido recuperado, uma fonte dos piratas anunciou, através de um telefonema para a agência Reuters, que o casal tinha sido transferido para outro barco e dali para território somali. Adivinha-se um chorudo pedido de resgate.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)